www.laerciobeckhauser.com http://br.youtube.com/labeckhauser

LAÉRCIO  BECKHAUSER =  LBW +  Cosmos Brasil World

"Conhecimento é poder"  - Leia os textos! - LBW =  Beckhauser agradece!!!

(Lalá do Brasil) Labeck = LBW
Meu Diário
28/01/2013 14h51
Aniversário... E o tempo passa e restam as lembranças...

 

 

 

Aniversário...

 

E o tempo passa e restam as lembranças e os presentes...

Aniversário.

Quando criança esperava ansioso o dia de meu aniversário.

Festa familiar com amigos, muitas brincadeiras, presentes e o bolo de aniversário e o canto tradicional de "PARABÉNS A VOCÊ".

  Ah!  Este tempo que ansiava pela comemoração festiva de meu aniversário.

E o tempo passa e restam as lembranças eivadas de pensamentos alegres, mas saudosos.

Hoje, nem mais espero o dia do meu aniversário, pois a minha vida é um acúmulo de minutos, horas, dias, semanas e meses num repetir insano.

Mas meus familiares, amigos virtuais e reais afirmam que hoje é o dia de meu aniversário.

Que interessante, ainda estou vivo e vou compartilhar com muitos deles  "a  alegria do viver e existir"  na dimensão humana.

E VIVA A VIDA!

 

E a vida segue célere.

 

E viva a vida!


Publicado por Beckhauser em 28/01/2013 às 14h51
 
28/01/2013 11h51
Nossa vida é a sequência de uma série temporal.

A VIDA

Nossa vida é a sequência de uma série temporal.

Pensamentos, sonhos e a esperança de uma vida feliz, harmônica e produtiva.

Esperança que termine em grandes realizações.

 


Publicado por Beckhauser em 28/01/2013 às 11h51
 
26/01/2013 20h44
Pe. DÉCIO BONA - ODB, salesiano, partiu para os páramos eternos e etéreos...

 

 

Pe.Decio Bona,  morreu.


   
 
 
brasilino catarino 
10:28 (10 horas atrás)
 
para acidioInacioliriomimcarlosjoségervasionaborAristidesdavidjoséelmoilarioluizgervasiodelinaamiltonsidneyvitalDarciluizvjconzattiir.blondinastefanonetoconpla.jlle
 
 
 
 
Como ja informei Pe. Decio partiu. Hoje as 8 hs da manhã.
O corpo está sendo velado em Porto Alegre.
Na paroquia D Bosco será a missa. logo apos o enterro.
Lembro-lhes que onibus da rodoviaria sairá as 21hs.
 
 
 
 
Lalá de Joinville Beckhauser 
20:43 (0 minutos atrás)
 
para brasilinoacidioInacioliriocarlosjoségervasionabor,
 
 AristidesdavidjoséelmoilarioluizgervasiodelinaamiltonsidneyvitalDarciluizvjconzattiir.blondinastefanonetoconpla.jlle
 
 
 
 

Lamentamos a ida para os páramos eternos e etéreos

deste nosso amigo de infância que se dedicou

e acreditou na vida religiosa baseada nos

princípios do seguidores de Dom Bosco, os salesianos.


Teve um profícuo trabalho e se dedicou
com esmero em sua tarefa sacerdotal consoante
normas da Igreja Católica de Roma.
Quem conheceu o Pe. Décio Bona,
teve a oportunidade de sentir muita bondade
em sua forma comportamental.
Esperamos que sua consciência esteja tranquila
e que atinja a serenidade perene com lucidez total.
Até um próximo encontro, Pe. Décio Bona, evidente,
em outra dimensão.
 
Flores, muitas flores para o Pe. Décio....
 
Seu amigo,
Laércio Beckhauser
JOINVILLE - SC


Em 26 de janeiro de 2013 10:28, brasilino catarino <bc.brasa@hotmail.com> escreveu:
 
3 anexos — Baixar todos os anexos   Exibir todas as imagens   Compartilhar todas as imagens  
Passa o tempo - 4.png Passa o tempo - 4.png
34K   Visualizar   Compartilhar   Baixar  
Advocacia Beckhauser.bmp Advocacia Beckhauser.bmp
149K   Visualizar   Compartilhar   Baixar  
Flor de Maio BRANCA.png Flor de Maio BRANCA.png
34

 

E-mail do amigo Ivo Francis de Belo Horizonte - MG

Caro Laércio,



Raras vezes leio tão poucas palavras dizerem tanto. Pe. Décio marcou fortemente muitas vidas privilegiadas, em suas reticências inscrevem-se muitas páginas, páginas de momentos gravados fortemente em suas lembranças. Desejo-lhe sublimar em breve o turbilhão de sentimentos que ainda afloram em sua mente. Creio mais, que com suas habilidades de escritor antevejo um livro biográfico denso, intenso, testemunhal, que postergará a futuras gerações a belíssima história de vida de Pe. Décio Bona.

Repito-lhe algumas das palavras que escrevi ao Oswaldo: os entes queridos nunca se vão, pois em nós são mantidos vivos e falam conosco em sonhos. Resta-nos apenas sermos dignos nas memórias dos que ficam e dignificar a memória dos que vão.

Também sinceros abraços e a esperança de reencontro em dias melhores.

Ivophrancis/BHZ

Em 29 de janeiro de 2013 22:24, Lalá de Joinville Beckhauser <laerciobeckhauser@gmail.com> escreveu:
Obrigado pelas palavras... Ivo....Laércio


Publicado por Beckhauser em 26/01/2013 às 20h44
 
26/01/2013 19h26
Micro no tamanho, mega no emprego, por Luiz Henrique da Silveira*

Jornal  = A Notícia - Joinville - SC

 

 

26 de janeiro de 2013. | N° 1746

ARTIGOS

Micro no tamanho,

mega no emprego,

por Luiz Henrique da Silveira*

 

A posse da nova diretoria da Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresa (Ajorpeme **) foi um dos fatos relevantes desta semana, fora as inaugurações e ordens de serviço que o governador Raimundo Colombo determinou para várias obras rodoviárias. Na última sexta feira, o governador inaugurou dois trechos da Costa do Encanto, em Araquari: deu início ao contorno rodoviário de Garuva (na interseção com a BR-101); e tornou irreversíveis as obras de pavimentação asfáltica das ruas Tuiuti, Minas Gerais e Ruy Barbosa, além do binário da Max Colin, em Joinville.

Já na quinta-feira, tomaram posse os novos dirigentes da Ajorpeme, agora presidida pela microempresária Cristiana Schramm Guisso. No título acima, enfatizei que, embora se constituam em empreendimentos mínimos, as chamadas MPEs (micro e pequenas empresas) representam pouco mais de 99% da totalidade do setor empresarial brasileiro, empregando por volta de dois terços da mão de obra nacional.

Esse grande exército de pequenos empreendimentos já constitui pouco mais de 20% do produto interno bruto nacional, cifra que tende a aumentar pela expansão dos negócios, pelas leis que privilegiam o setor, e pelo próprio crescimento da cultura empreendedora. As MPEs têm uma diversidade que não se encontra em nenhum outro setor da sociedade brasileira, abarcando todos os tipos de atividade humana, sobretudo na área de serviços.

O turismo, que vai crescendo a passos largos como economia emergente, é uma atividade tipicamente microempresarial. Primeiro, porque a rede hoteleira (salvo as grandes companhias, minoritárias no setor) é predominantemente constituída de organizações familiares e de pequeno porte; segundo, porque os hotéis (até mesmo os grandes) se suprem de dezenas de profissões (pedreiro, eletricista, padeiro, confeiteiro, lavandeiro, costureiro, cozinheiro, pintor, motorista, jardineiro etc.), que são exercidas ou por pessoas individuais ou por terceirização de micros ou de pequenas empresas.

Lembro-me das muitas vezes em que o

 
 

Laercio Beckhauser e o Roberto Pereira fizeram de base o meu gabinete de deputado federal, nos idos da década de 1970.


 
 
 
Começamos, naquela época, a luta pelo reconhecimento legal da microempresa, quando o setor ainda era frágil e estava iniciando o seu processo de aglutinação. A Ajorpeme**, de Joinville, e a Acimpev, de Blumenau (com o Pedro Cascaes e o Vinicius Lummertz à frente), amanheceram neste movimento de organização e reivindicação. A conquista do Estatuto das MPEs e a instituição de seu braço fiscal, o Simples, começou naquela época.

Hoje, a prioridade legal às MPEs está consagrada nas nossas leis. Elas são pequenas, no tamanho, mas grandes na geração de emprego e no desenvolvimento do País.


*SENADOR DA REPÚBLICA DO BRASIL - sc

==========================

** http://ajorpeme.com.br/site/home

 

===========================================================

 

Ex-presidentes da AJORPEME ...(JOINVILLE - SC)


Diogo Henrique Otero

 


Maria S. Rodrigues Pacheco
Ativa Assessoria Contábil

 


Celso Trentini
CT Informática

 


Vilson Holz
Mazzoli Contabilidade

 


Valdécio de Oliveira
Coltex Indústria Têxtil Ltda

 


Luiz Carlos Boebel
Acquaplant Química do Brasil

 


Jair Gerent
Gerent & Associados Ltda

 


Nilton João Floriano
Dacota Corret. Seguros

 


Ademir Nunes
Eletro Diesel Joinville Ltda


Gilberto Guilherme Boettcher

 


Jucemar da Cruz
TWC Comunicação

 


Joni Marcos Becker
BMA Sistemas Ltda

 


Volnei Francisco Batista
Ferbast

 


José Marcelino Junqueira
Kastrup & Junqueira

 


Romeu Retzlaff
Coml. Romeu Retzlaff Ltda

 


Jaime Romagna Grasso
Athletic Way Ltda

 


Tirone Meier
Colchões Center Ltda

 


José Roberto Pereira
Tintão Com. de Tintas Ltda

 

 

 


Marcelo Alexandre Molinari
Due-M Indústria de Serviços

 


Raulino João Schmitz
Casa do Carburador Ltda

 


Maria A. Pereira Gonçalves 
Stágio Marcas e Patentes

 


Luiz Carlos Floriani 
Agroloja Floriani Ltda

 


Marcos Stolf
Shimec Ind. Mecânica Ltda

 


Aldo de Andrade
Luminosos Andrade

 


Celso Buschmann
Sulafer Repres. Ltda

 


Laércio Beckhauser
Chocolate Caseiro Joinville

 


Publicado por Beckhauser em 26/01/2013 às 19h26
 
21/01/2013 19h10
Mamas em chamas...

Assim me inflamas...

 

Com estas mamas?  

 

Sim estão em chamas...

 

 

Inflamar

v. t.
Converter em chamas.
Acender; abrasar.
Afoguear.
Tornar vermelho.
Tornar dolorido, vermelho e inchado.

Fig.
Excitar; irritar.
Abrasar de afeto.

(Lat. inflammare)


Publicado por Beckhauser em 21/01/2013 às 19h10



Página 41 de 248 « 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 » «anterior próxima»

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
www.laerciobeckhauser.com (Lalá do Brasil) = LBW Labeck